»  INICIAL
  »  CURRICULUM
  »  CIRURGIA DA MÃO
  »  DOENÇAS DA MÃO
  »  NOTÍCIAS
PUBLICAÇÕES
  »  LIVROS
  »  CAPÍTULOS
  »  ARTIGOS
   CIRURGIA RECONSTRUTIVA
  »   MICROCIRURGIA
  »   INDICAÇÕES
  »   CUIDADOS
  »   DÚVIDAS
  »  CASOS CLÍNICOS
 
« Voltar DÚVIDAS  
 Qual o tempo ideal para a realização do reimplante?

Quanto mais cedo melhor, pois os tecidos estão sem nutrição (sangue). Um membro resfriado (ex.: mão) adequadamente pode ser reimplantado dentro de seis à doze horas.


 Qual o tempo médio de duração da cirurgia?

Em torno de 6 a 12 horas, dependendo de cada caso. O tempo é prolongado pois a cirurgia envolve estruturas pequenas (diâmetro dos vasos 1 a 5 mm). São cirurgias ultra especializadas que necessitam materiais apropriados (micropinças, microtesouras, clamps microvasculares e medicação específica) e pessoas altamente capacitadas (cirurgião, anestesista e enfermagem).


 Sempre é possível realizar uma cirurgia de transplante (retalho de tecido) ou reimplante?

Dependerá das condições clínicas do paciente. Lembre-se que em primeiro lugar está a vida do paciente. As partes lesadas deverão sofrer um julgamento clínico, isto é, as vezes as lesões são extremamente mutiladoras que a cirurgia é inviável.


 Quais os cuidados pós operatório?

O paciente permanecerá no hospital de 05 a 10 dias pois necessita cuidados especiais com a medicação e alimentação. Na medicação os pacientes recebem substancias que impedem a obstrução dos vasos permitindo o livre fluxo sanguíneo. Na alimentação o paciente é proibido de alimentar-se de chocolate, refrigerantes, bolachas recheadas, chimarrão, enfim, é proibido o uso de alimentos que fazem vasoconstrição (diminuição do fluxo sanguíneo).


 Qual o período crítico?

São as primeiras 48 horas, onde há uma readaptação, podendo o reimplante ou transplante de tecido falhar.


 Os convênios pagam este tipo de cirurgia?

Alguns sim. Outros pagam somente a hospitalização. Mas o material investido não, como: clampes descartáveis (fundamentais para a religação dos pequenos vasos), micropinças, lupas de magnificação e microtesouras. Deve-se levar em conta que esses materiais precisam ser repostos.


 O fumo e o álcool prejudicam o transplante ou reimplante?

Extremamente, pois há um grande risco de entupimento vascular. As artérias ficam espessadas dificultando as reanastomoses (religação vascular).


 A idade influencia?

Sim, quanto mais jovem melhor, mas cada caso é um caso, por exemplo: há pacientes com 50 anos de idade que apresentam condições físicas melhores que muitos jovens, por levarem uma vida saudável.


 Qual é a conseqüência na parte doadora do retalho livre?

A única conseqüência é a cicatriz da área doadora, a qual é amenizada pois, um membro (mão, pé, braço, perna...), foi salvo. Além do que, não há perda da funcionabilidade da área doadora. O organismo humano funciona como um menu (carta) onde podemos utilizar as mais diversas partes do corpo para substituir outras.


 

Inicial | Curriculum | Doenças da Mão | Notícias | Microcirurgia | Indicações | Cuidados | Dúvidas | Casos Clínicos | Localização | Fale Comigo
  Fone para contato:
(54) 3045-9780/(54) 9.9999-0759
Agendamento de consulta:
(54) 3045-9700/(54) 3045-9800
E-mail: antoniolsevero@gmail.com
Rua Uruguai, 2050 - IOT
Bairro: Centro
Passo Fundo, RS
Dr. Antônio L. Severo
Antônio Severo Médico Ortopedista e Traumatologista Especializado em Cirurgia de Mão e Microcirurgia Reconstrutiva Consultório em Passo Fundo RS
© Copyright 2019   www.antoniosevero.com.br
Todos os Direitos Reservados 
Desenvolvimento: